Presidente da OAB-MT diz que grupo que desafiou esquizofrênico a tomar grande quantidade de bebida alcoólica por R$ 1 cometeu homicídio


Jonatas Lira Xavier, de 27 anos, pediu R$ 1 ao grupo para comprar medicamentos, mas foi desafiado a tomar cinco garradas de pinga em troca do dinheiro. Jovem morre por coma alcoólico após ser induzido por grupo de jovens
O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), Flávio Ferreira, disse que o grupo que desafiou Jonatas Lira Xavier, de 27 anos, a tomar cinco garrafas de pinga em troca de dinheiro cometeu homicídio, em Cuiabá. O rapaz sofria de esquizofrenia e morreu de coma alcóolico após cumprir o desafio para ganhar R$ 1.
“A OAB vê com muita preocupação as imagens vinculadas nas redes sociais. Entendemos que ali há indícios de crime de homicídio. As autoridades públicas precisam apurar isso com muito rigor”, cobrou o presidente.
De acordo com a família da vítima, o caso ocorreu no último domingo (9). Por causa da esquizofrenia, ele tomava cerca de 11 comprimidos diariamente.
Jovem morreu de coma alcoólico após ingerir grande quantidade de bebida
Reprodução
Jonatas estava próximo a uma distribuidora de bebidas e se aproximou de um grupo de jovens para pedir uma moeda de R$ 1 para que pudesse comprar medicamentos.
No entanto, ele foi desafiado a tomar as bebidas para que o dinheiro fosse entregue.
A ação foi filmada pelo grupo. Eles riam e chacoalhavam a cabeça de Jonatas, que passou mal no bar, localizado no Bairro Alvorada, e foi atendido pelo Samu.
Ele foi encaminhado para o Pronto Socorro de Cuiabá em coma alcoólico, mas morreu nessa terça-feira (11) após sofrer três paradas cardíacas.
A Polícia Civil disse, em nota, que ainda não foi informada da ocorrência.